26 setembro, 2006

“A Poesia dos Pequenos Insectos”, livro de poemas de Rui Carlos Souto, 7euros, da www.editoracantoescuro.blogspot.com é o sexto título da editora e o terceiro do autor, “Maneiras de Andar”, black sun ed. e “Cinco Luas e um Navio” ed. mortas.

“ A PULGA

Acaricia o corpo
Como se morder pudesse ser
Fazer sexo

Numa espécie de proibição
A pulga faz-se prostituta
Esforçando-se por sentir
Tudo mais fácil

É sobretudo a noção de
Equilíbrio que faz a pulga
Morder

Não há mais espaço para a
Pulga
Que reproduz a sua vida
Na aparência dos outros
Num futuro disforme e pouco
Atractivo

Observa-se a beleza abstracta
Da pulga
No acaso em que se deixa de
Pensar

Quando age repressivamente
Prende os sentidos a qualquer
Coisa, que tem interesse relativo”

1 comentário:

visitante disse...

visita n.1