30 maio, 2005

30.05

Pulga pede desculpa por nada ter acrescentado no seu diário apesar de não ter parado, tal barata tonta, neste corredor da morte, e sem retóricas avança para o livro da semana: “ O Caminho da Definição” de José Fernando Guimarães. A chapa é a mesma: 5 euros. É poesia. Isto diz tudo? Numa altura em que nos informam que Eugénio de Andrade continua dolorosamente a caminho do Sol, tal poema a caminho da eternidade. Nesta altura de feiras do livro por todo o país iletrado e beato, três minutos de silêncio e ou outras vigílias poéticas é capaz de ser cinismo a mais, vindo de quem vem. É certo que à noite no prostíbulo tripeiro não se faz outra coisa que ouvir o poema a desfazer-se do humano e, ouvido mais atento senão mesmo absoluto é capaz de sincronizar poetas-epígonos com e sem qualidades a preparar o seu discurso fúnebre e outras póstumas honrarias. Mas ninguém bate em latas. O que é pena. Pulga também passou pela feira do livro e cafés literários e todo o seu vitalício putedo, moderno e pós-moderno e, está bem neobarroco, todos muito sérios a falar no seu incontornável ser e insubstituível escrita.6ª feira o Vitor Vicente trouxe o seu livro “Esses Dias-HenryKiller.blog”, custo de cada exemplar dez euros. Pulga foi ao lançamento, algo literariamente incorrecto, ou nem por isso e voltou para a Pulga para o primeiro lançamento, da dose de 5, das novidades. Nada de comentários que Pulga não gosta de falar de si. Mais? É verdade Pulga vai iniciar o seu livro do mês, em Junho, com “Putas à moda do Porto” de Raul Simões Pinto. A cinco euros, evidentemente.

1 comentário:

Anónimo disse...

Onde poderei comprar "Putas à moda do Porto"? rubengomesARROBAyzonk.com