21 junho, 2006

O corredor da morte alegra-se para mais uma noite de s. João, Graffiti e Grafitty cospem as paredes da urbe com quadras:

I
Neste corredor
A morte é musa
Onde s. João dor
Mija toda a tusa

II
Com tal absinto
Poetas embebeda
Não penso, sinto
A urbe fatal feda

III
Mortos e vivos
Humanos dançam
No abismo uivos
Ao fogo se lançam

3 comentários:

Klatuu o embuçado disse...

Deixa-te de tretas. VIVA O PORTO!!

Anónimo disse...

best regards, nice info
»

Anónimo disse...

Best regards from NY! here