13 junho, 2005

13.06

“ Que sofrimento este de estar morto”

Utopia está de luto neste dia de todas as mortes e um nascimento. Pulga deseja à Utopia , à Distopia, ao Sexo e à Morte e a todos os seus familiares e amigos sinceros votos de pesar, neste dia, são 15h e 20 m, em que se comemora mais um ano de nascimento de Fernando Pessoa, esse ilustre desconhecido:

“ Sou um monstro. Marinho. Biblicamente com 153 cabeças” Utopia chora os seus entes queridos, lendo fragmentos dos “Diários Falsos de Fernando Pessoa” de A Dasilva O, livro da semana na Pulga – a 5 euros- “De noite tive pesadelos...acordo sobressaltado. Entre suores olho em volta. O vácuo e os seus sete subplanos. Os meus heterónimos saem, saem à vez de faca em punho. Cada qual dá-me três facadas e saem às gargalhadas entre eles esfaqueando-se mutuamente e desaparecem na minha carta astral. Os meus óculos?”

1 comentário:

zarelleci disse...

Um novo Blogspot
Deflagra.blogspot.com

Nunes Zarelleci